Cidade Ademar é a subprefeitura com menos verde em São Paulo

Publicado em Categorias Cidade Ademar, Meio AmbienteTags

Após quatro anos na liderança, a Mooca, na zona leste da capital paulista, deixou de ser a subprefeitura que tem menos áreas verdes na cidade. De acordo com o Observatório Cidadão, da Rede Nossa São Paulo, a Cidade Ademar assumiu o posto. A subprefeitura da zona sul, que é composta pelo distrito de mesmo nome e pelo de Pedreira, tem 30,7 km ² de verde enquanto a Mooca tem 35,2 km².

Em relação à quantidade de área verde por habitante, a Cidade Ademar também é a subprefeitura que tem o pior índice. São 0,77 m² para cada habitante. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda um mínimo de 12m².

“Em Pedreira tem algumas áreas verdes, mas são todas de manancial. Vale ressaltar que esses locais eram alagados até pouco tempo e apareceram por conta do baixo nível da represa Billings. Na hora que ela [a represa] subir, vai encher de água de novo”, afirma Paulo Roberto Santos, coordenador do conselho participativo da Cidade Ademar. Já no distrito de Cidade Ademar, segundo Santos, o verde quase não se mostra presente. O que há são algumas praças, que não são conservadas, o Parque dos Búfalos, e as árvores “que os moradores insistem em plantar na frente de casa”.

Até 2014 a Mooca enfrentava dificuldades semelhantes à Cidade Ademar. Para driblar a carência de verde, nos últimos dois anos a subprefeitura tem recuperado praças, limpado áreas de descartes irregulares para depois plantar e fazer a jardinagem, e incentivado o plantio de mudas pela população, ensinando também como cuidar delas. “Desde 2014 foram recuperadas 22 praças e 1550 mudas foram plantadas só nos últimos quatro meses. Através de pequenas ações as áreas verdes da Mooca vão crescendo”, afirma o subpreito Evandro Reis.

Dos distritos que fazem parte da subprefeitura, o Brás é o menos verde. De acordo com a conselheira do CADES (Conselho de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) Mooca, Maria Isabel Calipo, o local tem uma forte presença de estabelecimentos comerciais e os lojistas não são muito favoráveis a árvores na frente dos seus estabelecimentos.

Parque dos Búfalos

Considerada a maior área verde da subprefeitura da Cidade Ademar, o Parque dos Búfalos, localizado no bairro Jardim Apurá, é alvo de muito debate na região. A prefeitura está construindo 3.860 unidades habitacionais no local pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, que irão receber cerca de 20 mil moradores. O projeto do Residencial Espanha também prevê a construção de um parque com equipamentos esportivos e de lazer. Porém, um grupo de moradores tem se mostrado contra a obra e exigem que a área do parque seja preservada na sua totalidade.

Para Paulo Roberto Santos, além de poucas áreas verdes, a subprefeitura também têm outros problemas prioritários, como o déficit de moradias e de creches. “As empresas que estão trabalhando na construção do residencial estão se utilizando de técnicas para não deixar resíduos de construção no solo e contaminar o meio ambiente. Pelo projeto, a maior parte da área será do parque. Inclusive, estão previstos também alguns bolsões verdes para fazer a compensação ambiental”, explicou.

Segundo o coordenador do conselho participativo, a maioria da população apoia a construção e a ideia é que os apartamentos sejam destinados para quem hoje vive em áreas de risco, como as margens da represa Billings e dos córregos.