Pista de Esportes Radicais na Mooca reúne gente de toda a cidade

Publicado em Categorias Esporte, MoocaTags ,

A Pista de Esportes Radicais, inaugurada em novembro de 2016, no Clube Escola Mooca, na zona leste de São Paulo tem despertado a atenção de crianças, jovens e adultos. A reportagem do 32xSP aproveitou o fim de semana e foi conferir de perto a opinião de usuários e moradores sobre o espaço, que reúne paulistanos de…

A Pista de Esportes Radicais, inaugurada em novembro de 2016, no Clube Escola Mooca, na zona leste de São Paulo tem despertado a atenção de crianças, jovens e adultos. A reportagem do 32xSP aproveitou o fim de semana e foi conferir de perto a opinião de usuários e moradores sobre o espaço, que reúne paulistanos de diversos lugares da cidade.

Para Marcelo Papion, 53, que há anos não anda de skate, a construção da pista foi uma boa ideia. “Só vim dar uma olhada. Faz tempo que não ando. A pista está bacana, legal, mas falta um pouco de segurança. Por ser nova, eu já estou achando que ela está um pouquinho gasta”. Já o patinador Alison Franklin, 35, morador do bairro da Mooca, diz que o ambiente é seguro, oferece bons obstáculos e um bom piso. “É perto de casa. Recomendo a todo mundo vir e curtir a pista”

No último sábado (4), por volta das 11h, cerca de 40 pessoas estavam no local. A pista, construída em concreto e protegida por guarda corpo metálico se tornou palco de manobras para iniciantes e profissionais, entre eles skatistas, patinadores e bikers. No mesmo local, a reportagem encontrou saco de lixo jogado na pista, pedaços de skates quebrados no entorno, lixeiras caídas e sem tampas, e a pichação que divide o espaço com a arte dos grafites.

Segundo o site da Prefeitura Regional da Mooca, o espaço teve um custo de R$ 269.793,31 e possui cerca de 1.150 m² de área construída. No local foi construído um Bowl (espécie de piscina) com 267 m² e uma área da modalidade street, que simula situações encontradas em ruas, com rampas, corrimões, escadas, entre outras, ao redor.

O Observatório Cidadão, da Rede Nossa São Paulo, mostra que, de acordo com números de 2015, a Prefeitura Regional da Mooca, que reúne os distritos do Belém, Pari, Água Rasa, Mooca, Brás e Tatuapé, possui 12 equipamentos esportivos públicos para uma população de 357.212 pessoas. Em 2006, com 312.178 moradores, a região apresentava mais que o dobro, ou seja, 25 equipamentos.

O skatista Vinicius Falcão, 38, que saiu de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo com mais cinco pessoas para utilizar a pista, reclama que o problema do local é a condição dos banheiros. “Tentei entrar, mas eu não consegui. Desisti. É o único problema, pois o resto é alucinante”. O piloto profissional de BMX Edson Rodrigues, 33, morador de Taboão da Serra, diz que a pista é a mais completa. “Transição perfeita. Uma pista feita por profissionais. Curta e rápida”.

A placa de identificação do espaço informa que o uso da pista é permitido para as modalidades de skate, BMX e patins.

Procurada pela reportagem para comentar os problemas encontrados na pista, a Prefeitura Regional não se pronunciou.

O clube

De acordo com o site da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, o Clube Escola Mooca possui 67 mil m² e, além da pista, há salas de judô, capoeira, musculação, ginástica, campo de futebol, ginásio poliesportivo, duas piscinas de recreação, cinco quadras de areia e três poliesportivas, entre outros.

Serviço:

Pista de Esportes Radicais
Rua Taquari, 549 – Mooca
Horário: das 07 às 22h.

Confira mais algumas fotos da Pista de Esportes Radicais:

 

Fotos: Alexandre Ofélio