Cultura e Meio Ambiente são os principais focos na audiência de Santo Amaro

Publicado em Categorias Cultura, Meio Ambiente, Santo AmaroTags , , ,

Questões como meio ambiente e cultura foram os temas mais abordados.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrPin on Pinterest

Cerca de 60 pessoas estiveram na tarde do dia 8 de abril na sede da Prefeitura Regional de Santo Amaro, em São Paulo, para participar da audiência pública do Plano de Metas (2017-2020) da gestão João Doria (PSDB). Questões como meio ambiente e cultura foram os temas mais abordados.

“É preciso que haja uma preservação das árvores. E faço um apelo a todos os comércios da região: não arranquem as arvores das calçadas sem aval da prefeitura como tem acontecido ultimamente. Elas são fundamentais para nossa vida e segurança”, disse Sylvia Leite, representante do CADES (Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento e Cultura de Paz de Santo Amaro).

Leia as reportagens do Especial Plano de Metas 2017-2020

Já Cristina Antunes, diretora da Sajepe (Associação de Moradores dos Jardins Petrópolis e dos Estados), enfatiza que é necessário ter um plano de bairro para alimentar o plano regional. “Se a prefeitura levasse a sério o que diz o Estatuto da Cidade, que diz que tem de haver planos de bairros e que estes devem subsidiar os planos regionais, conseguiríamos fazer muitas coisas nas prefeituras regionais. Esperamos que nessa nova administração levem a sério nossa proposta de plano regional, pois sem isso, qualquer coisa que aconteça, não vai dar conta das necessidades dos bairros”, afirmou.

A supervisora de cultura do Centro de Tradições de Santo Amaro e moradora há 38 anos na região, Antonia Andrea de Sousa, diz que é necessário que pessoas pensem em conjunto, não apenas em seu bairro ou na sua rua. “Precisamos que ocorra um bem-estar coletivo. Santo Amaro tem o privilégio de possuir diversos equipamentos culturais que, se bem planejados pelo poder público, poderiam atender melhor a todos com ações dirigidas aos moradores e trabalhadores da região”, finalizou.

Para o prefeito regional, Roberto Arantes Filho, a participação popular nesse momento é fundamental e, somada ao esforço do governo, ele vai buscar atender os anseios da população. Já o secretário municipal de Governo, Julio Semeghini, explicou o motivo de o Plano ser enxuto, com apenas 50 metas, e divididos em cinco eixos temáticos: Econômico e Gestão, Urbano e Meio Ambiente, Social Humano e Institucional.

“Muitas pessoas reclamaram de o Plano ter poucas metas em relação às outras gestões, mas o que buscamos fazer foi estabelecer metas claras e acessíveis para, com a ajuda da população, fazer uma regionalização do Plano e identificar quais metas possuem real impacto na região de Santo Amaro”, concluiu.

Você ainda pode enviar sugestões ao Plano de Metas. Veja aqui como.