Moradores do Capão Redondo gastam até 2h para chegar a hospital mais próximo

A locomoção até o Hospital Municipal do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, para realizar um exame ou passar por uma consulta médica não é uma tarefa fácil para quem mora no distrito do Capão Redondo. Esse deslocamento de aproximadamente 6 km até o hospital mais próximo da região chega a ser de duas horas. A reportagem do 32xSP esteve no local no dia 24 de maio e constatou que muitos moradores saem de casa com bastante antecedência com medo de chegar atrasado e perder a consulta agendada há meses.

Insegurança afasta frequentadores do Parque da Independência, no Ipiranga

Palco do famoso grito pela independência brasileira, proclamado por D. Pedro I, em 1822, o Parque da Independência enfrenta dias difíceis. Todo o patrimônio histórico do lugar tem sido castigado pela falta de estrutura e pela insegurança, o que tem impactado os hábitos dos frequentadores. É o caso do engenheiro Fernando Soto, 26. Morador do…

Butantã tem grandes diferenças em relação a equipamentos culturais

Quando se fala em Butantã, talvez as primeiras referências que venham à cabeça sejam a Linha 4- Amarela do Metrô, o Instituto Butantã e a Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, onde está sediada a USP (Universidade de São Paulo). Butantã significa “terra duríssima” ou “lugar de vento forte” e é uma das principais regiões…

Prefeito de Pinheiros é o campeão de parcerias com o setor privado

Desde o início do ano, Paulo Mathias administra Pinheiros, na zona oeste da capital. Com apenas 26 anos, ele é o prefeito regional mais novo dos 32 gestores locais e o responsável pelo maior número de parcerias privadas. Tarefa que lhe rendeu o status de melhor prefeito regional do mês de maio. “Detenho 40% das…

Top 10: prática expõe a vida íntima de meninas na zona sul

Listas virtuais nomeadas “Top 10” começaram a ganhar força nas escolas públicas do Grajaú e de Parelheiros, na zona sul, em 2014. A prática, que vai além do rankeamento dos estudantes considerados mais bonitos, expõe a vida sexual, principalmente de meninas. Os adolescentes produzem vídeos com nome e foto das colegas, usam termos como “as 10 mais vadias” e “as 10 mais lésbicas”, e divulgam o conteúdo em redes sociais e plataformas, como YouTube e Whatsapp. Humilhadas e sentindo-se inseguras nas escolas, algumas delas acabam abandonando os estudos e tentando o suicídio. Essa ação é chamada de cyberbullying, atitude agressiva sem motivação específica realizada pela internet.

Patrimônio ambiental, Parelheiros possui cratera geológica habitada

“Amo Parelheiros de coração. Para mim, aqui é tudo”, diz a diarista Janira da Silva, 45, a respeito do distrito onde vive desde o primeiro ano de idade. Junto com Marsilac, ele faz parte da prefeitura regional homônima, que é cheia de curiosidades. Além de ser um pulmão verde da capital paulista, tem uma cratera…

V. Prudente, Sapopemba, S. Miguel e Parelheiros ficam fora da Virada Cultural

Neste fim de semana (20 e 21), se realizará em São Paulo a 13ª edição da Virada Cultural. As dezenas de atrações não estão restritas ao centro da capital e se espalham por diversos pontos da cidade em uma tentativa de democratizar o evento. Porém, essa tentativa é frustrada. Sem muitas opções culturais durante todo…

Obras da UBS Jova Rural foram suspensas por mais 120 dias

O jornal Agora, de 29 de abril, noticiou que o atual prefeito João Doria (PSDB) suspendeu no dia anterior a construção de cinco UBSs (Unidades Básicas de Saúde), entre elas a da Jova Rural, no distrito do Jaçanã, cujo prazo inicial de entrega era agosto de 2016, como consta na placa da construção. No Diário…

Confira na íntegra a revista que celebra um ano do 32xSP

A revista que comemora um ano do 32xSP já está no ar! Recheada e ilustrações, trechos de reportagens e depoimentos, ela traz uma espécie de resumo do que aconteceu desde julho do ano passado, quando o site entrou no ar, até agora. E é um convite ao leitor para mergulhar, a partir dela e depois em nosso site, nas questões estruturais…

Operação contra pancadões é abusiva, dizem moradores da Cidade Tiradentes

Washington Góes, 38, mora em uma das ruas onde aconteciam os “pancadões” na Cidade Tiradentes, extremo leste da capital. O barulho do som alto e o “fluxo” de jovens, também apelidado de “baile funk” foram impedidos pela “Operação Sono Tranquilo” há quatro meses. Góes confirma que a iniciativa criada pela Prefeitura Regional da Cidade Tiradentes…