População do Jd. Helena pede que seja criada uma prefeitura regional para o distrito

Publicado em Categorias São Miguel PaulistaTags

Share this... Cerca de 9 km separam a rua Marigui, no Jardim Helena, zona leste, da sede da Prefeitura Regional de São Miguel Paulista, responsável pela administração do distrito, além de Vila Jacuí e de São Miguel Paulista. A necessidade de mais atenção para o Jardim Helena é um dos motivos pelo qual os moradores…

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrPin on Pinterest

Cerca de 9 km separam a rua Marigui, no Jardim Helena, zona leste, da sede da Prefeitura Regional de São Miguel Paulista, responsável pela administração do distrito, além de Vila Jacuí e de São Miguel Paulista. A necessidade de mais atenção para o Jardim Helena é um dos motivos pelo qual os moradores pedem a criação de uma nova prefeitura regional, só para este distrito.

A carência de serviços públicos na região é um grande problema e a necessidade de uma nova unidade administrativa é uma demanda antiga. No dia 8 de abril, durante a audiência pública regional do Plano de Metas, ela foi apresentada ao secretário da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato e à secretária adjunta da Pessoa com Deficiência, Marinalva Cruz , que representavam a prefeitura municipal, além de Edson Marques, o administrador local.

“Precisamos de mais transporte para circular dentro dos bairros, um atendimento de saúde 24 horas, melhoria no sistema de coleta de lixo, melhoria na pavimentação de vias, mais creches”, lista o microempresário Rodrigo Rey, 42. Ele, como a maioria dos moradores do Jardim Helena, acredita que o distrito precisa ter a sua própria administração regional. “Pequenos espaços são melhores geridos do que os grandes, a verba pode ser melhor fiscalizada e orientada para atender às necessidades do cidadão, que há muito tempo precisa de melhor atenção do poder público”, argumenta.

Com 90 mil moradores, o distrito do Jardim Helena é totalmente separado de São Miguel pela linha 12 – Safira da CPTM, possuindo apenas uma única e estreita ligação viária, a avenida Doutor José Arthur Nova, constantemente congestionada, pois também é a principal ligação da região com o município de Guarulhos. A distância é tanta entre os distritos que os moradores do Jardim Helena acreditam que são representados por outra prefeitura regional, a vizinha Itaim Paulista, que está mais próxima.

“Uma vez fui reclamar que o uniforme escolar não chegou para o meu filho lá na Prefeitura do Itaim. Quando disseram que eu precisava ir até São Miguel, me senti desrespeitada”, desabafa a doméstica Jennifer Barros, 28, que reside há 10 anos no local.

As diferenças entre si também são grandes. Enquanto São Miguel se firmou como um grande polo comercial e tem uma renda média de R$ 1.600, o Jardim Helena se tornou um distrito dormitório e sua renda média é quase a metade, de R$ 870. As desigualdades sociais entre ambos ficam ainda mais nítidas quando analisamos alguns indicadores básicos disponíveis no Observatório Cidadão, como visto na tabela abaixo.

Desigualdades entre os distritos de São Miguel Paulista e Jardim Helena (Crédito: Lucas Landin)

 

O aposentado José Antônio Bezerra, 75, também é favorável à descentralização administrativa e pensa que ela construirá uma nova ponte de comunicação entre os munícipes e o Executivo. “Só assim para eles ouvirem a gente, para cuidarem dos problemas de enchente, de saúde. Aqui é tão longe de São Miguel que acaba ficando em segundo plano”, lamenta.

 

Foto: Foto: Milton Jung/ Flickr