Passageiras do extremo sul de SP são as que mais reclamam de assédio em ônibus

68% dos usuários condenam a falta de segurança em relação ao assédio sexual. Nota atribuída pelos paulistanos foi 2,6, a pior em 14 indicadores