Passageiros reclamam de wi-fi e USB ruins em novos ônibus de SP

Publicado em Categorias + Notícias, Centro, Transporte público, Zona Leste, Zona Norte, Zona Oeste, Zona SulTags , ,

Segundo SPTrans, atualmente 897 veículos possuem acesso à internet e mais de 2.000 têm tomadas para celular

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrPin on Pinterest
SPtrans entrega 400 ônibus novos com wi-fi e tomada para celular, mas alguns usuários reclamam
Ônibus novo entregue pela Prefeitura (Leon Rodrigues/Secom)

Na última terça-feira (12), a Prefeitura de São Paulo divulgou que mais de mil ônibus novos foram incorporados à frota do sistema de transporte público municipal neste ano. Em maio, a cidade recebeu mais de 400 novos ônibus com bancos anatômicos, sistema hidráulico, ar-condicionado, espaço para cadeiras de rodas e outros itens como wi-fi e entrada USB.

Para conferir a funcionalidade do acesso à internet e a entrada USB para celulares, o 32xSP entrevistou vários passageiros, que não avaliaram positivamente os serviços.

“Moro no Horto Florestal, na zona norte, e sempre pego ônibus no Terminal Santana. Acho que os carros que têm acesso para o centro tem uma conexão melhor de internet. Lembro que uso há pouco menos de um ano. Já usei entrada USB para carregar meu celular, sim, e funcionou”, explica Roberta Pavão, 38, consultora de imagem.

Do outro lado da cidade, Daniela utiliza os ônibus que saem do Terminal Bandeira, na região central, para Santo Amaro, na zona sul, e revela a diferença entre as duas regiões.

“Sou usuária das linhas Santo Amaro e Capelinha, e alguns desses ônibus têm acesso wi-fi mas nem sempre funcionam. Entro no Facebook, mas o acesso ao e-mail é muito lento. Entrada USB, quando funciona, também uso”, desabafa Daniela Ruano, 38, coolhunter (“caçadora de tendências”).  

LEIA MAIS: 81% da zona leste é contra fim dos cobradores de ônibus municipais

Outro passageiro, Thomas Wray, 48, diz que quase nunca recorre à internet dos ônibus porque o serviço não é bom. “Acho a conexão muito lenta, já as tomadas USB usei, mas não carregou a bateria, apenas manteve a recarga”, conta o  professor.

Outra usuária, que não quis se identificar, diz que prefere nem apostar na tentativa de conexão. “Sempre escuto as pessoas falarem que acessam a internet, mas reclamam da lentidão. Tentei, e precisa preencher um cadastro com e-mail e senha, mas desisti”.

SPtrans entrega 400 ônibus novos com wi-fi e tomada para celular, mas alguns usuários reclamam
Cadastro necessário para acessar wi-fi nos ônibus (Reprodução)

Além da má funcionalidade dos serviços, outros passageiros sequer conhecem o serviço. “Eu nem sabia que alguns veículos novos tinham acesso à internet, já vi algumas pessoas usando a entrada USB para carregar o celular e estava funcionando”, diz Lucas de Souza Andrade, 27, desempregado.

Segundo a SPTrans, dos 14.444 veículos da frota cadastrada no Sistema de Transporte Coletivo Municipal, 897 são equipados com wi-fi e 2.194 com tomadas USB. Já segundo a SPUbanuss (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo), circulam cerca de 1.300 ônibus com ar- condicionado, 600 possuem sistemas de acesso à internet e mais de 800 com tomadas USB.

VEJA TAMBÉM: Morador da zona leste gasta 3h26 para realizar todos os deslocamentos diários

Ainda de acordo com a SPUbanuss, a ampliação dos ônibus com ar-condicionado, wi-fi e tomadas USB deverá estar prevista no edital de licitação dos serviços de transporte urbano, que será publicado pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, já que esses investimentos constam da chamada planilha de remuneração pelos serviços prestados. A expansão do sistema está condicionado ao edital da licitação e por enquanto não tem previsão.

A SPUbanuss e a SPTrans não souberam informar quais linhas de ônibus têm acesso a serviços como wi-fi e entrada USB, já que o contrato não exige a vinculação da frota a uma linha específica.

A respeito da qualidade dos novos serviços, a SPUbanuss afirma que, atualmente, cerca de 576 ônibus poussuem  instalado e o custo está sendo bancado pelas empresas, sem retorno. Por motivos de vandalismo, a companhia informa que muitas tomadas USB são quebradas com clips  de metal e chicletes. 

Mais sobre Mobilidade Urbana em SP:

Ônibus das zonas norte e leste demoram cerca de 40 min para passar