Quantas linhas de ônibus circulam pela madrugada paulistana?

Categorias + Notícias, Aricanduva/Vila Formosa, Butantã, Campo Limpo, Capela do Socorro, Casa Verde, Cidade Ademar, Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Freguesia do Ó/Brasilândia, Guaianases, Ipiranga, Itaim Paulista, Itaquera, Jabaquara, Jaçanã/Tremembé, Lapa, M'Boi Mirim, Mobilidade, Mooca, Parelheiros, Penha, Perus, Pinheiros, Pirituba/Jaraguá, Santana/Tucuruvi, Santo Amaro, São Mateus, São Miguel Paulista, Sapopemba, , Transporte público, Vila Maria/Vila Guilherme, Vila Mariana, Vila Prudente, Zona Leste, Zona Norte, Zona Oeste, Zona SulTags ,

A rede de ônibus da madrugada foi implementada há três anos. Saiba mais sobre o serviço, as linhas locais e estruturais e os terminais de integração

Linha de ônibus noturnas atendem 26 mil passageiros, ao longo da semana, e 42 mil, aos sábados e domingos (Sidnei Santos/SPTrans)

Há três anos, os paulistanos contam com ônibus noturnos, diariamente, da meia-noite às 4h.  São 150 linhas que circulam pela capital. Em fevereiro de 2015, foram transportados 712 passageiros. Em agosto do mesmo ano, houve um crescimento de 23%.

“Graças a esse ônibus noturno, posso curtir um pouco mais um barzinho com os amigos ou até mesmo chegar em casa mais tarde. Pego essa linha por volta de 1h, aos finais de semana. Sempre tem bastante gente. A linha cumpre o horário direitinho,” diz a vendedora Tatiana Ramos, 21, usuária da N244/11– Metrô Tucuruvi – Jd. Flôr de Maio, na zona norte.

De acordo com a SPTrans, as linhas que transitam durante a madrugada atendem, em média, 26 mil passageiros, ao longo da semana, e 42 mil, aos sábados e domingos.

CONHEÇA AS LINHAS REDE DE ÔNIBUS DA MADRUGADA

O serviço funciona com intervalos de 15 minutos para linhas estruturais e 30 minutos para locais. Conforme a pasta, para garantir regularidade, há 69 veículos disponíveis na reserva técnica.

“Eu só pegava esse ônibus noturno com meu namorado, pois o caminho que a linha faz é deserto, e 90% dos passageiros são homens. Acho até seguro, mas não pegaria sozinha. É bem pontual. Pegava no Parque Dom Pedro”, diz a assistente judiciário Luciana Raposo, 33, moradora da Chácara Santo Antônio, na zona sul.

A jornalista Priscila Reis Miranda, 49, no entanto, elogia justamente a segurança. “Eu achava mais seguro que pedir táxi por aplicativo. A gente sabe o risco que é para uma mulher entrar em um carro sozinha de madrugada.  Já os motoristas e cobradores sempre me respeitaram”, elogia ela, que mora Barra Funda, na zona oeste.

LEIA MAIS:
– Sul e leste de SP serão as regiões com mais linhas de ônibus extintas
– 
Terminal de ônibus do Itaim Paulista não saiu do papel
– 
Corredores de ônibus da zona norte são os mais lentos de SP

Já o garçom Cleber Silva, 41, afirma que, sem as linhas noturnas, dificilmente poderia trabalhar à noite. “Eu não tenho opção, pois dependo desse ônibus da madrugada para voltar para casa. Sou garçom, trabalho na Vila Madalena, e saio do serviço por volta das 2h. Antes era muito difícil até para trabalhar na noite” relata Silva, que é usuário da linha N506-11 Terminal  Sacomã – Metrô Vila Madalena.

Questionada sobre possíveis alterações em virtude da reestruturação das linhas de ônibus pela gestão do prefeito João Doria (PSDB), a pasta afirma que “a rede atual do serviço noturno atende às necessidades dos usuários. Por esse motivo sua programação, frota e quantidade de linhas foram mantidas na minuta do edital de licitação disponibilizada para Consulta Pública entre 21 de dezembro e 5 de março”.

O SERVIÇO

• Rede de Ônibus da Madrugada que funciona da 0h às 4h, ligando toda a cidade;
• Atende os usuários do Metrô, passando junto ou próximo das estações;
• Intervalos menores e pontualidade;
• Atende as principais atividades noturnas da cidade.

TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO

• Principais pontos de integração e acesso a rede do Noturno;
• Oferece ligação para várias regiões da cidade;
• Todas as linhas do Noturno passam em, pelo menos, um terminal.
Confira aqui todos os terminais.

LINHAS LOCAIS 

Intervalos de 30 minutos
• Ligam os bairros ao terminal de integração mais próximo, com trajetos circulares;
• Atende os principais polos de interesse dos bairros durante a madrugada.

LINHAS ESTRUTURAIS

Intervalos de 15 minutos
• Ligam 2 terminais de integração com trajetos mais rápidos;
• Os ônibus circulam nos corredores e vias importantes de São Paulo;
• Interligam as regiões da cidade.

LOCAIS DE CONEXÃO

• Locais estratégicos são iluminados e sinalizados;
• Estão posicionados próximos aos principais cruzamentos da cidade;
• Referência para localização da Rede de Ônibus da Madrugada – Noturno.

***