Determinação do MP faz regional de Guaianases alugar novo prédio

Publicado em Categorias _01_home-posicao-04, Acessibilidade, Guaianases, Temas, Zona LesteTags , ,

Antiga sede, distante da estação de trem, custava R$ 47 mil mensais e não tinha acessibilidade para pessoas com deficiência e idosos

Novo prédio fica próximo à estação de trem, na região central de Guaianases (Lucas Veloso/32xSP)

Antes localizada na Estrada de Itaquera Guaianases, na zona leste da capital paulista, a Prefeitura Regional de Guaianases desembolsava mais de R$ 47 mil, mensalmente, para pagar o aluguel do prédio onde funcionava.

Inacessível para pessoas com mobilidade reduzida e distante da região central, em março deste ano, a sede mudou de endereço. A troca incluiu ainda a integração de quatro áreas e uma economia de 30% do orçamento aos cofres públicos.

Agora situado na rua Hipólito da Camargo, 479, o novo prédio conta com rampas, tornando o espaço mais acessível, além de reunir a Coordenadoria de Planejamento Desenvolvimento Urbano, o gabinete e a praça de atendimento, a Coordenação de Administração e Finanças e o Centro de Apoio ao Trabalhador.

LEIA MAIS:
Após oito anos, região de Guaianases ganha primeira Casa de Cultura

A falta de acessibilidade no antigo endereço gerou até uma determinação do Ministério Público para a criação de estrutura adequada para atender pessoas com deficiências físicas e idosos.

A exigência acabou se tornando o principal critério na escolha. O novo local fica próximo à estação de trem e da Igreja São Benedito.

Morador de Guaianases, Marcos Salatiel, 22, tem deficiência física e denuncia a falta de acessibilidade em diversos espaços públicos quanto institucionais.

“Sempre consegui resolver meus problemas quando fui a órgãos públicos, mas já vi cadeirantes passando por situações vergonhosas”.

Já o professor de educação física e pedagogo Almir Costa Siqueira, 41, acredita que, a partir da mudança, possa haver uma aproximação entre população e administração local. “Agora está mais centralizado e próximo de todos, é de fácil acesso. O benefício é para muitos.”

Em maio de 2017, em entrevista ao 32xSP, o prefeito regional Antonio Eduardo dos Santos, 56, o Chiquinho 90, havia anunciado a migração de endereço da sede.

Antes disso, a administração ocupava dois prédios. Em um deles estava a Coordenação de Administração e Finanças e a Supervisão de Gestão de Pessoas, além de outras repartições. Já no outro, funcionava a própria sede. Agora unificados, os R$ 47 mil reais foram reduzidos para R$ 33 mil.

“Aparentemente, eles usavam o prédio com valor alto de aluguel. Agora mudaram para um lugar mais simples, condizente com a situação do bairro”, afirma o técnico de enfermagem André Soares, 43, morador de Guaianases desde 1982, que frequentou o edifício quando eram realizados eventos esportivos promovidos prefeitura.

VEJA TAMBÉM:
‘Peguei as maladragens de andar de bike’, diz ciclista de Guaianases

Apesar de ser favorável à mudança, por conta da acessibilidade, a fotógrafa Aline Alves, 23, espera melhorias não apenas físicas e de localização, mas também na capacitação dos funcionários.

“Muitos não sabem passar instruções corretas. Em duas vezes que fui [à prefeitura regional] resolver a documentação da minha casa, além de solicitar a poda de árvores, não consegui solucionar o problema”, relembra.

A Prefeitura Regional de Guaianases é composta pelos distritos de Guaianases e Lajeado, situados em uma área de 17,8 km², onde moram de 250 mil pessoas.

SERVIÇO

Prefeitura Regional de Guaianases
Rua Hipólito da Camargo, 479 |  Segunda a Sexta-feira: 08h às 17h
E-mail: [email protected]
Telefone: 2557-7099

***

Dos lampiões ao LED, Guaianases é cheia de memórias e desafios