Programa de Metas: baixo comparecimento marca o segundo dia de audiências

O segundo dia de audiências públicas com a explicação de quais são as metas da gestão João Doria (PSDB) para os próximos quatro anos contou com um público abaixo do esperado. Na noite de ontem (1), elas ocorreram no Butantã, zona oeste, e em outras sete regionais da zona sul: Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Ademar, Jabaquara, M’Boi Mirim, Parelheiros e Santo Amaro.

Moradores de Paraisópolis cobram presença de Doria e retomada de urbanização

Moradores e lideranças de Paraisópolis, a segunda maior favela de São Paulo, na zona sul da capital, têm usado o principal slogan do programa da gestão João Doria (PSDB) para pedir por uma “Paraisópolis Linda”. Eles cobram a retomada das obras de urbanização, que incluem a construção de moradias populares e o saneamento básico, interrompidas em meados de 2013.

Moradores do Capão Redondo gastam até 2h para chegar a hospital mais próximo

A locomoção até o Hospital Municipal do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, para realizar um exame ou passar por uma consulta médica não é uma tarefa fácil para quem mora no distrito do Capão Redondo. Esse deslocamento de aproximadamente 6 km até o hospital mais próximo da região chega a ser de duas horas. A reportagem do 32xSP esteve no local no dia 24 de maio e constatou que muitos moradores saem de casa com bastante antecedência com medo de chegar atrasado e perder a consulta agendada há meses.

Alunos reclamam do preparo nas escolas públicas para os vestibulares mais concorridos

Júlia Araújo, 17, mora no Capão Redondo, zona sul da capital. Terminou o Ensino Médio em escola pública ano passado e foi aprovada em estudos de gênero e diversidade na UFBA (Universidade Federal da Bahia), mas não teve condições de se mudar para Salvador (BA). Começou a se preparar para o vestibular montando um grupo de estudos com os amigos e depois estudando no cursinho popular Carolina de Jesus. Atualmente, ela estuda sozinha para tentar entrar em uma universidade pública mais perto de casa.

Moradores do Campo Limpo sofrem com trânsito intenso na região, aponta aplicativo

Localizadas na Prefeitura Regional do Campo Limpo, zona sul de São Paulo, a avenida das Belezas e a rua Silvio Ribeiro Aragão possuem um dos trechos mais lentos no trânsito da região. Segundo dados do aplicativo Coletivo - Ônibus de São Paulo, que monitora o transporte público na capital, os ônibus chegam a andar 5.65 km/h no pico da manhã e 4.55 km/h no pico da tarde.

Distância de teatros é problema para moradores da periferia da zona sul

Quanto mais longe o bairro é da região central, mais difícil é o acesso à cultura. Campo Limpo é uma das piores regiões da zona sul em quantidade de teatros

Número de gestantes diagnosticadas com sífilis aumenta 25,3% em São Paulo

"A maioria das pessoas já aparece achando que está com a doença", afirma a técnica de enfermagem Brígida de Sousa, ao explicar sobre o que leva pessoas a realizarem o teste de sífilis. Ela é responsável pelo atendimento no CTA - Centro de Testagem e Aconselhamento do Parque Ipê, região do Campo Limpo, zona sul de São Paulo, que faz parte de uma rede que oferece serviços especializados em DST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde da cidade.

Vila Andrade é o distrito com menos casos de mortes por doenças respiratórias em SP

Janaína Mariano sempre foi a “rainha dos ‘ites’”. Quando não era bronquite, era sinusite ou renite. O posto foi herdado devido às suas condições de moradia em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, sempre em casas fechadas e com pouca ventilação. Aos 29 anos, ela já é uma antiga frequentadora dos postos de saúde locais para tratar os problemas respiratórios. “Na minha casa só tinha uma janela e as paredes emboloravam, o que ajudava a pior as doenças”, conta a desempregada.

Jovens usam comunicação para transformar e se aproximar de onde vivem

Iniciativa social criada por moradores do Campo Limpo, subprefeitura situada na periferia da zona sul de São Paulo, a Escola de Notícias se utiliza da comunicação como ferramenta para transformar a região. Além disso, promove a aproximação de jovens com o poder público local.

A mais populosa, Campo Limpo também lidera quantidade de favelas de SP

Considerada a mais populosa da cidade, vivem na Subprefeitura do Campo Limpo, na zona sul, em torno de 650 mil pessoas, de acordo com a Coordenação de Subprefeituras. A região é também líder no número de residências em favelas no município, com 185 mil, segundo levantamento do Mapa das Desigualdade. São 120 vezes mais que na Sé e em Pinheiros, no centro expandido.