Parelheiros, Perus e Itaim Pta. têm altos índices de mulheres internadas por agressão

“Nas sextas-feiras e finais de semana são quando aparecem mais mulheres machucadas. Tem mulher que apanha porque o marido não gostou de chegar em casa e não ter jantar pronto”, comenta Maria José Conceição, 50, assistente social em um hospital público na zona leste de São Paulo. De acordo com dados compilados pela Rede Nossa…