Maioria das zonas leste e norte é contra carinho de LGBTs em público

Em SP, 43% da população desaprova beijos e abraços entre casais homoafetivos em locais públicos; região central é mais tolerante

‘Tratam os LGBTs como lixo’, diz irmã de travesti assassinada

Na zona leste, 78% da população diz que há pouco ou nada sendo feito pela administração municipal para combater a violência contra população LGBT+

Ações para combater a violência contra a população LGBT+ são mínimas

Segundo pesquisa, 46% dos paulistanos consideram pouco o empenho pela segurança LGBT+; para 28% nada é feito

Percepção de que SP é tolerante aos LGBTs é maior na zona leste

Apesar de ser recordista em números absolutos de assassinatos LGBTs, SP tem apenas 23% de índice de intolerância, de acordo com estudo