Construir habitações virou questão de vida ou morte, diz moradora

Aos 47 anos, Irani coordena associação de luta por moradia na zona norte e afirma que o governo precisa olhar região para além do entorno do Metrô