Alunos reclamam do preparo nas escolas públicas para os vestibulares mais concorridos

Júlia Araújo, 17, mora no Capão Redondo, zona sul da capital. Terminou o Ensino Médio em escola pública ano passado e foi aprovada em estudos de gênero e diversidade na UFBA (Universidade Federal da Bahia), mas não teve condições de se mudar para Salvador (BA). Começou a se preparar para o vestibular montando um grupo de estudos com os amigos e depois estudando no cursinho popular Carolina de Jesus. Atualmente, ela estuda sozinha para tentar entrar em uma universidade pública mais perto de casa.