Prefeito eleito, João Doria deve substituir subprefeituras por prefeituras regionais

03/10/2016 12:46 | Atualizado: 17/10/2018 17:33
Reportar erro Categorias Saiba maisTags ,

João Doria (PSDB), prefeito eleito no último domingo (2), prometeu durante a sua campanha substituir as 32 subprefeituras da cidade por prefeituras regionais. Segundo ele, as prefeituras regionais terão gestores indicados pelo prefeito e mudança não se dará somente no nome, mas na descentralização da gestão municipal. Em entrevista ao site G1, em 29/8, Doria…

João Doria (PSDB), prefeito eleito no último domingo (2), prometeu durante a sua campanha substituir as 32 subprefeituras da cidade por prefeituras regionais. Segundo ele, as prefeituras regionais terão gestores indicados pelo prefeito e mudança não se dará somente no nome, mas na descentralização da gestão municipal.

Em entrevista ao site G1, em 29/8, Doria afirmou que as prefeituras regionais, ao contrário das subprefeituras, terão orçamento próprio e isso vai facilitar para que haja eficiência para lidar com os serviços urbanos, com a zeladoria urbana e com a assistência social. Além disso, Doria quer descentralizar a Secretaria de Infraestrutura e Obras e distribuir a função para as prefeituras regionais.

Eleito no 1º turno

João Doria venceu no último domingo (2) as eleições para prefeito da cidade de São Paulo para os próximos quatro anos, com 3.085.187 votos, o que corresponde a 53,29% dos votos válidos. Desde 1992, quando as eleições passaram a ter dois turnos, um candidato não era eleito no primeiro turno.

O segundo lugar ficou com o atual prefeito, Fernando Haddad (PT), que obteve 16,68%, seguido por Celso Russomanno (PRB), com 13,58%; Marta Suplicy (PMDB), com 10,11%; Luiza Erundina (PSOL), com 3,16%; Major Olimpio (SD), com 2,02%; Ricardo Young (Rede), com 0,45%; Levi Fidelix (PRTB), com 0,37%; João Bico (PSDC), com 0,10%; Altino (PSTU), com 0,08% e Henrique Áreas (PCO), com 0,02%. Os votos em branco representaram 5,29%; os votos nulos, 11,35%; e houve 21,84% de abstenções.

Doria vai tomar posse em 1º de janeiro de 2017.