Haddad abre creche no Itaim Pta. e chama de “expansão inédita” na Educação Infantil

24/11/2016 9:59 | Atualizado: 25/11/2016 15:44
Reportar erro Categorias Educação, Itaim PaulistaTags

Prestes a passar o bastão da gestão da cidade de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT) abriu, no início deste mês, as portas de mais uma unidade de educação infantil, o Centro de Educação Infantil Tapajós, no Itaim Paulista, extremo leste. A unidade, que vai atender 210 crianças de zero a três anos, endossa…

Prestes a passar o bastão da gestão da cidade de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT) abriu, no início deste mês, as portas de mais uma unidade de educação infantil, o Centro de Educação Infantil Tapajós, no Itaim Paulista, extremo leste. A unidade, que vai atender 210 crianças de zero a três anos, endossa a conta de 98.890 mil vagas na educação infantil, nos últimos quatro anos. Para a Prefeitura de São Paulo, esta é uma “expansão inédita”. Desse total, 82.296 foram destinados aos CEIs e 16.594 às EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil).

De acordo com a prefeitura paulistana, desde 2013, foram inauguradas 451 novas unidades de educação infantil, das quais 420 foram novas creches e 31 novas EMEIs, que atendem atualmente 500 mil crianças.

A expectativa, no entanto, era de chegar até o final da gestão com a criação de 13.450 vagas tanto em creches de administração direta como daquelas conveniadas, que não são divulgadas pela prefeitura.

A região do Itaim Paulista tem um dos melhores índices em relação ao atendimento de crianças em creches, segundo levantamento do Observatório Cidadão. Em 2015, 12.490 crianças foram matriculadas em centros de educação infantil na subprefeitura local. Número superior a 2013, quando haviam apenas 8.916 matrículas e, em 2008, somente com 4.340. Também no extremo leste, Cidade Tiradentes e Guaianases lideram o ranking de crianças atendidas em creches.

Durante a inauguração da unidade no Itaim Paulista, que aconteceu no dia 8 de novembro, Haddad afirmou que foram alugados ou adaptados mais de 400 novos equipamentos na cidade.

“Isso garantiu zerar a fila para as crianças com quatro anos e a fila da creche caiu a menos da metade. É muito importante dar oportunidades para todas as crianças”, afirmou o prefeito, depois de visitar a unidade.

De acordo com o portal Planeja Sampa, que monitora o Programa de Metas 2013-2016, a área de Educação obteve “a maior expansão já registrada na cidade de São Paulo”.

Menos creches

Pinheiros, Vila Mariana e Santo Amaro são as subprefeituras com o menor número de atendimentos a crianças em creches. Porém, a demanda também é baixa. Das 1.604 crianças inscritas em Pinheiros, 1.255 foram matriculadas em centros de educação infantil.

 

Foto: Heloísa Balarini/Prefeitura de São Paulo