Prefeitura de São Paulo dobra gastos com publicidade em 2018

Categorias Mobilidade, São Paulo, TemasTags , ,

No primeiro semestre deste ano, a administração gastou R$ 73,8 milhões em peças publicitárias, ante R$ 36,3 milhões do ano passado

Asfalto sendo renovado na Vila Califórnia (Heloísa Ballarini/Prefeitura de São Paulo)

De 2017 a 2018, a Prefeitura de São Paulo dobrou seus gastos com publicidade. No primeiro semestre deste ano, a administração direta gastou R$ 73,8 milhões em peças publicitárias, ante R$ 36,3 milhões do ano passado. Os dados são do Portal de Transparência Municipal.

Somente o programa Asfalto Novo, principal vitrine do ex-prefeito João Doria (PSDB), consumiu R$ 28,9 milhões desses gastos (39%), sendo exibido em campanhas de TV (aberta e paga), rádio, jornais, internet e cinema.

O Asfalto Novo teve investimentos de R$ 550 milhões e a proposta de recapear, até 2020, mais de 400 km de ruas e grandes avenidas na cidade de São Paulo.

Confira peça publicitária divulgada nos meios de comunicação:

Em detrimento disso, ações de divulgação de temas como educação, combate aos focos do mosquito transmissor da dengue e a reforma da previdência municipal receberam pouca atenção – R$ 2,99 milhões, R$ 2,98 milhões e R$ 2,77 milhões gastos por campanha, respectivamente.

Apesar do alto gasto com propaganda, por diversas vezes os serviços de recapeamento do Asfalto Novo apresentaram falhas e irregularidades, como buracos, falta de sinalização, vias entregues com desníveis e bueiros tapados parcial ou totalmente.

Tais problemas também foram apontados por vistorias do TCM (Tribunal de Contas do Município).

VEJA TAMBÉM
Primeira via recapeada pelo programa asfalto novo não tem sinalização

***
Este conteúdo faz parte da reportagem especial “Sem asfalto: nas periferias de São Paulo, ruas não têm pavimentação há 50 anos”. 

Confira reportagem na íntegra:

Nas periferias de São Paulo, ruas não têm pavimentação há 50 anos