Prefeitura inicia segunda fase da vacinação contra a gripe em São Paulo

17/04/2020 12:27 | Atualizado: 17/04/2020 12:31
Reportar erro Categorias + Notícias, SaúdeTags , , , ,

Entre os públicos prioritários estão povos indígenas, doentes crônicos, caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo; campanha vai até 8 de maio

Santo Amaro é a única região da zona sul a ter pediatra em todas as UBSs
UBS Chácara Santo Antônio, no distrito de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo (Caroline Pasternack/32xSP)

A Prefeitura de São Paulo e Secretaria Municipal de Saúde iniciaram ontem, quinta-feira (16), a segunda etapa da vacinação contra a gripe (Influenza). A vacina não protege contra o novo coronavírus (Covid-19), mas é uma estratégia para diminuir a quantidade de pessoas gripadas nos períodos de outono e inverno.

Nesta fase, as doses serão disponibilizadas para caminhoneiros, portuários e motoristas de transporte coletivo. Estes são profissionais que atuam nos serviços considerados essenciais à população e, portanto, estão mais vulneráveis à gripe.

Também serão imunizados funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, povos indígenas e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, comorbidades e outras condições clínicas especiais.

Em São Paulo, a vacina está disponível, gratuitamente, nas UBSs e AMAs (encontre aqui a unidade mais próxima da sua residência), além do Autódromo de Interlagos (em sistema drive thru: dentro do carro) e em farmácias e drogarias privadas. A campanha segue até o dia 8 de maio.

A primeira fase da campanha começou no dia 23 de março, vacinando prioritariamente idosos e profissionais de saúde. Inicialmente ocorreria na segunda quinzena de abril, mas foi antecipada devido ao novo coronavírus.

Para evitar aglomeração nos postos de saúde, foi indicado que a fila respeitasse um espaço mínimo de um metro de distância entre uma pessoa e outra, além do uso de máscaras de proteção por parte dos pacientes e profissionais de saúde.

A terceira fase da campanha contra a gripe começará no dia 9 de maio, indo até o dia 22 do mesmo mês. Serão imunizados professores de escolas públicas e privadas, crianças (6 meses a menores de 6 anos), gestantes, puérperas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

A estimativa é que, ao todo, sejam aplicadas mais de 4.060.746 doses da vacina em toda a cidade de São Paulo.

***

Por dentro do Coronavírus: acompanhe todas as notícias do 32xSP sobre a pandemia de covid-19 na cidade de São Paulo!