11 lugares que talvez você (ainda) não conheça nas periferias de São Paulo

25/01/2021 13:43 | Atualizado: 26/01/2021 12:23
Reportar erro Categorias + Notícias, Capela do Socorro, Cultura, Ermelino Matarazzo, Itaquera, Jaçanã/Tremembé, Lazer, Parelheiros, Perus, Pirituba/Jaraguá, São Miguel Paulista, São PauloTags ,

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, o 32xSP separou dicas de pontos turísticos para curtir nos bairros periféricos da cidade

Beco do Hulk colore paredes em Ermelino Matarazzo com grafites de super-heróis (Eduardo Silva/32xSP)

Uma ilha, uma biblioteca dentro de um cemitério, praias, cachoeiras e um parque de diversões. Nos 1.521 km² da capital paulista é possível desfrutar de locais que oferecem belas paisagens naturais e boas opções de lazer e ecoturismo, especialmente nas bordas do município.

Em comemoração ao 467º aniversário de São Paulo, neste dia de 25 de janeiro, o 32xSP separou 11 dicas de pontos turísticos para curtir nos bairros periféricos da cidade. Confira!

1 – Cachoeira em Marsilac com trilhas e prática de boia cross

(Reprodução/Facebook/SelvaSP)

A cachoeira de Engenheiro Marsilac é formada pelo rio Capivari e fica no extremo sul da cidade. No local também é possível fazer trilhas e praticar boia cross, rapel, tirolesa, stand up paddle e rafting. As atividades são oferecidas pelo SelvaSP Parque de Aventura.

Zona sul
Endereço: Estrada do Capivari, 5005 – Engenheiro Marsilac, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 17h30 (até às 18h durante o verão)
Preço: R$ 10 (crianças a partir de 8 anos pagam a taxa; idosos acima de 60 anos são isentos)

2 – Parque de Diversões Marisa em Itaquera

(Reprodução/Facebook/Parque Marisa)

Localizado no centro de Itaquera, o Parque Marisa conta com 20 brinquedos, como montanha-russa, barco viking e roda gigante. A entrada é gratuita e a utilização dos brinquedos é realizada mediante aquisição de ingressos individuais nas bilheterias do parque.

Zona leste
Endereço: Rua Doutor Áureliano Barreiros, 183 – Itaquera, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Sábados, domingos e feriados, das 14h às 22h
Preço: R$ 5 (por brinquedo)

3 – Grafites no Beco do Hulk em Ermelino Matarazzo

(Eduardo Silva/32xSP)

A 15 minutos da estação Comendador Ermelino, da Linha 12 – Safira da CPTM, o Beco do Hulk reúne grafites de super-heróis do Universo Cinematográfico Marvel em dois muros de cerca de 200 metros de comprimento. O nome é uma referência ao Beco do Batman, que fica na zona oeste da capital.

Zona leste
Endereço: Viela Gildo Lao, 1 – Parque Boturussu, São Paulo – SP

4 – Cachoeiras do Núcleo do Engordador no Parque Estadual Cantareira

(Reprodução/João Paulo Assunção/Fundação Florestal)

Localizado dentro do Parque Estadual Cantareira, na região do Tremembé, o Núcleo do Engordador é acessado por uma trilha de 3 km de extensão que passa por quedas d’água ao longo do caminho. No parque também há outros núcleos com trilhas pela Mata Atlântica e trilha de Mountain Bike, além de uma área de piquenique e área de brinquedos para crianças.

Zona norte
Endereço: Avenida Coronel Sezefredo Fagundes, 19100 – Jardim Cachoeira, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Quarta a domingo, das 8h às 16h (com entrada permitida até 14h)
Preço: R$ 16

5 – Ecoturismo na Ilha do Bororé no Grajaú

(Reprodução/Facebook/Casa EcoAtiva)

Acessada por uma balsa, a Ilha do Bororé, apesar de levar este nome, é uma península cercada pela represa Billings, no extremo sul de São Paulo. Com opções de turismo e passeios, dois dos destaques na região são o Sítio Paiquerê, com trilhas e piscina, e a Casa EcoAtiva, que promove atividades culturais e de agroecologia.

Zona sul
Endereço: Rua São Genésio, 55 – Ilha do Bororé (Sítio Paiquerê) / Estrada de Itaquaquecetuba, 7225 – Ilha do Bororé (Casa EcoAtiva)
Horário de funcionamento: A Casa EcoAtiva está com atividades reduzidas; para programar uma visita, entre em contato pelo Instagram / Para informações sobre o Sítio Paiquerê, entre em contato com o Polo de Educação Ambiental Paiquerê

6 – Templo Quan-Inn (templo budista no extremo sul)

(Reprodução/Instagram/Temploquaninn)

O templo budista Quan-Inn foi construído há mais de 30 anos nos padrões da Ásia e fica entre os distritos de Parelheiros e Grajaú. As visitas são feitas somente aos domingos e, devido à pandemia da Covid-19, precisam ser agendadas através do Instagram.

Zona sul
Endereço: Rua Rio São Nicolau, 328 – Jardim Campinas, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Domingos, das 9h às 13h
Preço: Gratuito

7 – Praias e stand up paddle na Represa Guarapiranga

Parque Praia do Sol (Reprodução/Prefeitura de São Paulo)

A represa Guarapiranga fica na região de Socorro, na zona sul da capital, e possui 18 “praias” para banhistas (que são regulamentadas pela Prefeitura, mas é preciso tomar alguns cuidados com a profundidade da represa para evitar acidentes e afogamentos). Uma delas é a Praia do Sol, conhecida como “Prainha”, que fica dentro do parque Praia São Paulo. A represa Guarapiranga também é utilizada para a prática de esportes aquáticos, como o stand up paddle, especialmente em clubes particulares. Algumas empresas ministram aulas deste esporte para iniciantes e oferecem aluguel de equipamentos.

Zona sul
Endereço: Avenida Atlântica, 3100 – Jardim Três Marias, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Diariamente das 7h às 19h (sujeito a alteração por causa da pandemia)
Preço: Gratuito

8 – Pôr do sol na rua Canhoba em Perus

(Reprodução/Google Street View)

Na zona noroeste da cidade, a rua Canhoba está a 24 minutos da estação Perus da Linha 7 – Rubi da CPTM. Na altura do nº 535, há uma praça com uma vista panorâmica da região, ideal para assistir ao pôr do sol. Ao lado, se encontra a Ocupação Artística Canhoba, que realiza atividades culturais e apresentações teatrais no bairro.

Zona noroeste
Endereço: Rua Canhoba, 535 – Jardim Adelfiore, São Paulo – SP

9 – Biblioteca dentro do Cemitério da Colônia em Parelheiros

(Anderson Menezes/Agência Mural)

A biblioteca comunitária Caminhos da Leitura reúne mais de 4.500 livros e funciona em uma antiga casa de coveiro, desativada pela administração do Cemitério da Colônia, em Parelheiros. Antes da pandemia, o espaço também era usado para saraus e oficinas.

Zona sul
Endereço: Rua Sachio Nakão, 21 – Colônia, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (fechada temporariamente devido à pandemia)
Preço: Gratuito

10 – Trilha até o Pico do Jaraguá

(Reprodução/Fundação Florestal)

Pico do Jaraguá é o ponto mais alto de São Paulo, com altitude de 1.135 metros, onde é possível ter uma visão 360 graus da cidade. É acessado pela Trilha do Pai Zé, que começa no Parque Estadual do Jaraguá e tem duração de cerca de 2h30. Durante a trilha, o visitante pode observar espécies de animais como macacos-prego, bichos-preguiça, pica-paus, quatis, jabutis, tucanos de bico verde, entre outros. O parque também tem outras três trilhas que levam até um lago e uma bica d’água.

Zona noroeste
Endereço: Estrada Turística do Jaraguá, 3988 – Vila Jaraguá, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 08h às 16h
Preço: Gratuito

11 – Visita monitorada na Capela dos Índios em São Miguel Paulista

(Eduardo Silva/32xSP)

A Capela de São Miguel Arcanjo, popularmente conhecida como Capela dos Índios, é o templo religioso mais antigo da cidade de São Paulo. O local possui um museu e recebe visitas do público mediante agendamento. Devido à pandemia da Covid-19, os grupos são formados por, no máximo, quatro pessoas.

Zona leste
Endereço: Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 10 – São Miguel Paulista, São Paulo – SP
Horário de funcionamento: Terça a sábado, às 13h20, 14h20, 15h20 e 16h20
Preço: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada)