Revitalização do centro, renda e geração de empregos dominam plenária da Sé

13/04/2021 18:24 | Atualizado: 19/04/2021 16:31
Reportar erro Categorias Centro, Participação Social, Política, São Paulo, , ZeladoriaTags , , , , ,

Mais de 90 pessoas acompanharam a audiência que faz parte do Programas de Metas 2021-2024; participantes tiveram dificuldades com a plataforma utilizada

Revitalização do centro, renda e garantia de segurança alimentar foram os assuntos que dominaram a plenária regional da Sé do Programas de Metas 2021-2024. A audiência foi realizada virtualmente na última segunda-feira (12).

A plenária foi acompanhada por 91 pessoas por meio do aplicativo Microsoft Teams, no qual 20 desses tiveram direito à fala (após inscrição e sorteio ao vivo). O evento também foi transmitido e acompanhado por 64 pessoas pelo YouTube.

91 pessoas participaram da audiência pública online da Sé  (Reprodução)

Durante a audiência, alguns dos participantes sorteados tiveram dificuldades de falar, pois não conseguiam habilitar o microfone. 

“Há uma limitação clara de acesso à internet, que impede a participação”, disse o participante Giordano Magri, assessor do vereador Eduardo Suplicy (PT), que solicitou que as audiências regionais também acontecessem de forma presencial. 

Os trabalhos virtuais foram conduzidos pela ex-prefeita Marta Suplicy, secretária municipal de relações internacionais. Ela leu a minuta do programa

O evento também contou com a participação do subprefeito da Sé, Marcelo Vieira Salles, dos secretários Alexandre Modonezi, das Subprefeituras, Alê Youssef, da Cultura, e Vivian Satiro, secretária executiva de planejamento.

CENTRO HISTÓRICO

As sugestões dos participantes foram variadas. Silvia Cibele cobrou a revitalização do centro. “A região precisa virar um atrativo turístico, principalmente na região do triângulo histórico”, argumentou. 

“É uma região de extrema importância para a gastronomia, para a economia criativa e para fomentar o comércio da cidade.”

Revitalização do centro foi um dos destaques da plenária (Rodrigo Soldon/Divulgação)

O triângulo histórico fica em uma região situada entre os largos São Bento e São Francisco, e a Praça da Sé. Parte mais antiga da cidade, fundada pelo padre José de Anchieta em 1554, que atualmente sofre com o abandono de prédios centenários e a degradação dos espaços públicos.

Três participantes também cobraram obras de revitalização na região da Baixada do Glicério, na Liberdade, uma das mais vulneráveis da zona central

“A Liberdade não é só o bairro dos japoneses”, disse a moradora Sandra Madour, que sugeriu a instalação de mais equipamentos públicos no Glicério, como um CEU (Centro Educacional Unificado). A região central não possui uma unidade dos CEUs.

IMPACTOS DA PANDEMIA

Com o avanço da pandemia, o distrito da Sé sofreu com o fechamento de comércios e o aumento da população em situação de rua. 

Esse cenário também se refletiu nas propostas ao Programa de Metas: geração de empregos e segurança alimentar foram pauta de 7 dos 20 participantes. 

“A prefeitura precisa atuar como indutora da recuperação econômica da cidade”, afirmou Sueli Scutti. Além disso, foi pontuada a necessidade de maior participação do poder público na geração de emprego e renda.

CONFIRA:
Datas e horários das audiências públicas do Programa de Metas 2021-2024
Sé é a subprefeitura com maior orçamento, mas é marcada por contrastes

Políticas para os idosos também foram lembradas pelos participantes. Moradias, serviços de saúde e restaurantes para a pessoa idosa foram ideias que apareceram com frequência.

Ao fim da plenária, Marta Suplicy disse que “a vida foi o grande tema” abordado no evento. “Nós que estamos no fim da vida, queremos viver de forma digna”, completou, em referência às propostas apresentadas pelos idosos.

O Programa de Metas ainda está aberto para sugestões por meio do site Participe Mais, até o dia 2 de maio.

SUBPREFEITURA DA SÉ

A Subprefeitura da Sé é a maior das 32 administrações regionais de São Paulo em número de distritos. Ela é composta por oito distritos da região central: Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Santa Cecília e Sé, que somados representam uma área de 26,2 km². Em 2010, apresentavam uma população de 431 mil habitantes, segundo o IBGE.

↳ Veja mais conteúdos do 32xSP sobre o Programa de Metas em São Paulo