Em Paraisópolis, racionamento de água impede proteção contra coronavírus

Casas da segunda favela mais populosa de São Paulo também não têm acesso adequado à água para intensificar práticas de higiene durante a pandemia

Moradores de Paraisópolis cobram presença de Doria e retomada de urbanização

Moradores e lideranças de Paraisópolis, a segunda maior favela de São Paulo, na zona sul da capital, têm usado o principal slogan do programa da gestão João Doria (PSDB) para pedir por uma “Paraisópolis Linda”. Eles cobram a retomada das obras de urbanização, que incluem a construção de moradias populares e o saneamento básico, interrompidas em meados de 2013.