Parelheiros, Perus e Itaim Pta. têm altos índices de mulheres internadas por agressão

Os números baixos não significam que, em regiões de classe média e alta, as mulheres estejam distantes de sofrer violência