“O imigrante tem as marcas das saudades”, diz conselheiro boliviano

Era tarde e uma forte chuva de verão caía sobre São Paulo, quando Samuel Dany Añez, 37, recebeu o 32xSP em seu local de trabalho para um bate-papo sobre imigração e sobre a própria trajetória de vida. Há oito anos, o boliviano reside na capital paulista e há três é conselheiro participativo do Jabaquara, na zona sul da cidade.

Subprefeitura do Jabaquara, na zona sul, possui realidades bastante distintas

Valter Souza Rege, 32, é vizinho da Subprefeitura do Jabaquara, na zona sul da capital. Apesar da proximidade, o diretor de cinema diz que não tem muito contato com a unidade administrativa “mesmo sendo pertinho de casa”. O jovem mora na Vila do Encontro, na avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, uma das principais da região. “Por aqui tem posto de saúde perto, mercado, metrô, posto de conveniência”, diz.